Notícias

Apesar da situação de seca não se prevê falta de água

A convite da CCDR Algarve, decorreu ontem dia 27 de Junho uma reunião em que participaram a RTA, AHETA, AHISA, NERA e CEAL, com o objectivo de sensibilizar as associações e, por seu intermédio, os empresários do sector turístico, para se integrarem na campanha de poupança de água em curso.

O Algarve, tal como o resto do país, e a própria Península Ibérica, atravessa actualmente uma situação de seca, o que requer a rigorosa gestão das disponibilidades de água para os diferentes usos, com especial destaque para o abastecimento público e rega, justificando-se a tomada de medidas com vista à redução dos consumos de água em fins não prioritários.

As medidas que as entidades responsáveis estão a tomar, deverão interessar também os sectores mais representativos da actividade económica.

Deste modo, apesar da situação de seca, não se prevê falta de água.

Assim, e a exemplo do que se acordou já para os municípios, em reunião com a AMAL e Águas do Algarve no passado dia 20 de Junho, entendeu-se da maior importância envolver também os empreendimentos turísticos da região na campanha de poupança da água em curso, durante os próximos meses.

Nessa reunião registou-se o melhor espírito de colaboração por parte das associações e o seu empenhamento activo nas iniciativas a tomar.

Proximamente, e em sequência serão realizadas reuniões com empresários do sector turístico, ligados a golfes, hotelaria, aldeamentos e outros, no sentido de se acordarem medidas concretas de poupança de água, para aplicação a muito curto prazo nesses empreendimentos. Com tais medidas, o abastecimento público ficará garantido durante o período do Verão, durante o qual é maior a afluência de turistas.