Notícias

Turismo Fundos disponibiliza 25 M€ para dinamizar territórios de baixa densidade

Estão abertas as candidaturas ao programa da Turismo Fundos (TF) que disponibiliza 25 milhões de euros para operações de investimento imobiliário em territórios de baixa densidade, com vista a dinamizar o investimento e a criação de emprego.

O Programa será apresentado em Faro, no dia 25 de junho, devendo as inscrições ser formuladas aqui.

O programa destina-se a pequenas e médias empresas cujos projetos de investimento traduzam a valorização económica dos ativos imobiliários através de atividades turísticas, ou outras relacionadas, que promovam o desenvolvimento, a dinamização e a sustentabilidade das economias locais e regionais.

São fatores diferenciadores o contributo para a redução das assimetrias regionais e sazonalidade na procura dos territórios, para a valorização do património cultural e natural do país, assim como, para o desenvolvimento sustentável das comunidades locais e o grau de inovação do projeto a realizar.

A TF pretende, assim, intensificar a sua intervenção através dos fundos de investimento que tem sob gestão, que permitem disponibilizar às empresas recursos financeiros imediatos, pela respetiva alienação dos seus ativos patrimoniais aos fundos e subsequente tomada de arrendamento.

Segundo a TF, “trata-se do primeiro concurso promovido pela Turismo Fundos que disponibiliza meios financeiros para o desenvolvimento de projetos de investimentos e de iniciativas que contribuem para a valorização sustentável do património cultural e natural localizado nos municípios de baixa densidade, a redução das assimetrias regionais e a diversificação da oferta turística dessas regiões”.

As candidaturas decorrem até 31 de julho de 2018, através do site turismofundos.pt

Os fundos de investimento imobiliário são instrumentos financeiros que permitem reforçar a capacidade financeira das empresas, através da separação entre a propriedade imobiliária e a gestão do negócio instalado no imóvel, materializada pela aquisição do imóvel, pelo fundo, e, subsequente arrendamento à mesma empresa ou a outra. Desta forma, as PME têm ao seu dispor os meios financeiros necessários para o desenvolvimento dos seus projetos de investimento, direcionando os seus esforços e competências para a gestão do negócio.

Consulte aqui o Mapa dos Territórios de Baixa Densidade no Algarve.