Notícias

Cachopo e Vaqueiros vão ser alvo de intervenção

Depois de Odeleite e Paderne, Cachopo e Vaqueiros são as aldeias que se seguem no âmbito do Programa de Revitalização das Aldeias do Algarve. A iniciativa da Comissão de Coordenação da Região do Algarve está em marcha há 10 meses.

Hoje chegou a vez das gentes destes dois núcleos populacionais conheceram em pormenor as medidas contempladas no projecto e testemunharem os avanços dos trabalhos.

Lançada foi também a discussão pública dos respectivos Planos de Intervenção.

Nesta primeira fase, estão já em curso algumas remodelações ao nível do

equipamento urbano e da sinalética .

Ao todo são 11 as aldeias abrangidas por este projecto de dinamização do interior

algarvio. Para além de Cachopo e Vaqueiros, Paderne, Odeleite, Cacela Velha,

Carrapateira, Budens, Caldas de Monchique, S. Marcos da Serra, Querença e Estoi

vão ganhar um novo dinamismo.

Esta estratégia de desenvolvimento regional tem um investimento total de cerca de

45.000.000 € (9 milhões de contos). Visa sobretudo a qualificação dos espaços

urbanos, a valorização do seu património cultural e ambiental e o desenvolvimento

das actividades económicas. Tudo isto somado deverá resultar na melhoria da

qualidade de vida das populações.

Para o Presidente da CCRA, este projecto vai conseguir “atrair pessoas, sobretudo

jovens, que acabarão por se fixar no interior algarvio. Mas para tal, é preciso a

colaboração da população residente que não pode ter um papel passivo neste

projecto.” O objectivo passa também pela atracção de turistas que deverão encontrar

nestas aldeias um complemento da oferta turística do litoral.

Na próximas semanas será a vez de outras aldeias conhecerem os respectivos Planos

de Intervenção.

O Programa de Revitalização das Aldeias do Algarve está integrado no Programa

Operacional do Algarve (PROALGARVE) e é um dos Programas de intervenção em

curso nas Áreas de Baixa Densidade, consagrada neste III Quadro Comunitário de

Apoio.