Notícias

Taxa de aprovações do PROAlgarve atinge 84%

O reforço do PROAlgarve com uma verba de 6,3 milhões de euros de FEDER com origem no P.O. Sociedade do Conhecimento, verba que se pretende que seja comprometida até ao final de 2006 e o incremento de medidas associadas ao FSE foram as principais conclusões retiradas da reunião. Estas decisões estão de harmonia com o determinado na Resolução de Conselho de Ministros de 6 de Julho em que o Governo assumiu que uma das prioridades da estratégia nacional deve passar pelo reforço de medidas no âmbito da formação nomeadamente através da implementação da Iniciativa Novas Oportunidades.

O encontro foi presidido por Campos Coreia, presidente da CCDR-Algarve, na sua qualidade de gestor do PROAlgarve, e contou com a participação dos representantes da Comissão Europeia, da DG Regio e das autoridades nacionais responsáveis pela Gestão do QCA III, para além dos 80 membros efectivos que integram a Comissão de Acompanhamento designadamente as autarquias.

Na ordem de trabalhos esteve ainda um ponto de situação actualizado do desempenho do PROAlgarve. O Programa a 20/06/2006 atingiu uma taxa de aprovações de 84% relativamente aos montantes atribuídos para o período 2000 a 2006. Refira-se ainda que a execução financeira representa cerca de 73% dos fundos aprovados e 61% do fundos programados.

Última modificação: 
Sexta, 25 Outubro 2013