Notícias

ATRAIR E RETER TALENTO NO TURISMO - Desafio do setor sublinhado em conferência europeia

A CCDR Algarve, no âmbito da Enterprise Europe Network, participou na conferência de alto-nível sobre “Atrair Investimento para o Turismo”, organizada pela Comissão Europeia, no dia 5 de abril de 2016, em Bruxelas.

A presença de três comissárias europeias, ministros, deputados europeus e responsáveis de organismos internacionais no evento relevou a importância económica do setor na Europa, o qual não tem tido, muitas vezes, correspondência em termos de estatuto político.

Nas palavras da comissária Elżbieta Bieńkowska, a Europa, para continuar na liderança do turismo mundial, tem necessidade de atrair novos investimentos, nomeadamente através dos fundos estruturais e de investimento e de financiamento privado, e de desenvolver novas competências profissionais no setor. Este segundo aspeto, conjugado com outros relacionados, foi o mais destacado e debatido na conferência, confirmando que o capital humano tornou-se a chave da competitividade económica do século XXI.

Vários palestrantes reconheceram que o turismo é ainda visto como uma atividade de baixos salários e qualificações, elevada rotação de trabalhadores e que enferma de sazonalidade, não proporcionando oportunidades gratificantes de carreira, nomeadamente aos jovens. Torna-se necessário desenvolver ações que combatam estes fatores e estimulem a atratividade e retenção de trabalhadores qualificados no setor.

Segundo o responsável da HOTREC, 1/3 dos postos de trabalho no turismo não têm competências profissionais específicas. Impõe-se assim o “upskilling” dos trabalhadores, ou seja, a obtenção de novas competências ou aprofundamento das mesmas, de forma a terem condições de progressão na carreira. Neste aspeto, a crescente digitalização do turismo é crucial, pois tem levado a uma alteração profunda nas profissões do turismo e nas competências relacionadas.

A mobilidade dos profissionais de turismo foi referida como um aspeto positivo em si mesmo, pois, como frisou a eurodeputada Ana-Claudia Tapardel, “os jovens são moveis por natureza e, em fases iniciais de carreira, é muito importante terem experiências internacionais”. O programa europeu Erasmus+ incentiva esta mobilidade e adiciona a vertente da aprendizagem da língua do país de destino. A perspetiva de desenvolvimento de carreiras internacionais é também um fator de atratividade de novos profissionais para o turismo.

Em conclusão, a comissária Corina Cretu, responsável pela política regional, destacou os 5 principais desafios para o setor do turismo na estratégia Europa 2020: integração nas economias locais, impacto positivo no ambiente, inovação, diversificação e motor para a inclusão social.

O vídeo integral da conferência está disponível para visualização em:
https://scic.ec.europa.eu/streaming/high-level-conference-attracting-investment-in-tourism-05-04-2016

Programa Final
Relatório Síntese da conferência sobre “Atrair Investimento para o Turismo” 

Última modificação: 
Sexta, 15 Abril 2016